Luto

O luto é um processo de angustia resultado numa perda significativa na vida de milhões de pessoas em todo mundo.

Trata-se de um processo de elaboração e resolução de uma perda pelo qual todos passam em algum momento da vida.

Pode constituir um processo de evolução normal de dor, podendo também evoluir para um estado psicopatológico. Pode dizer-se que existe em certo amadurecimento e aprimoramento do carácter da personalidade do indivíduo, no entanto as dificuldades podem significar e resultar em complicações médicas e/ou psiquiátricas.

Segundo Kubler Ross, a negação, a raiva, a negociação, a depressão e a aceitação, são essencialmente um referencial para o trabalho psicoterapêutico.

Na maior parte dos casos, o luto é alvo de preocupação quando o quadro gera sintomas que sugerem exagero no sofrimento e prejuízo na vida como: abandonar emprego, escola, namoro ou casamento, não conseguir se preocupar com seus filhos ou com suas contas, emagrecer ou engordar significativamente, assim como reações sintomáticas frequentes e intensas, como desmaios, taquicardias, dores diversas.

O acompanhamento psiquiátrico, psicoterapêutico, os grupos de ajuda são uma ferramenta com elevada eficácia na intervenção ao processo de luto.