Perturbações de Personalidade

As perturbações da personalidade definem-se por um conjunto de comportamentos disfuncionais que determinam um quadro psicopatológico, cujo diagnóstico exige um estudo multidisciplinar.

As pessoas com perturbações da personalidade têm na generalidade um pensamento rígido, dificuldades na adaptação à realidade. Os seus padrões desadaptados de pensamento e de comportamento tornam-se evidentes no início da idade adulta, frequentemente antes, e tendem a durar toda a vida.

São pessoas propensas a ter problemas nas suas relações sociais, afetivas, familiares e no trabalho.

Geralmente, os vários tipos de transtornos de personalidade começam normalmente na adolescência, sendo pessoas frias emocionalmente, distantes, desconfiadas, isoladas socialmente, até as que desenvolvem sintomas psicóticos, depressões, esquizofrenias, delírios, transtorno afetivo-bipolar, personalidade “borderline”, fobia social, transtorno obsessivo-compulsivo, comportamento auto-destrutivo, etc.

O tratamento é feito através do acompanhamento psicoterapêutico e farmacológico, é demorado, sendo necessário criar no paciente uma nova forma de lidar com o mundo, com os outros e com as próprias emoções, envolvendo uma consciencialização no paciente para a necessidade de haver um esforço pessoal intensivo.